Ligação irregular afeta casas em épocas de chuva. Saiba como se prevenir

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Pompéia solicita à população que regularize as ligações que compõe o esgoto domiciliar e de água de chuva, isso porque, a água proveniente da chuva é uma e de esgoto residencial é outra, ou seja, as redes coletoras são diferentes.

O superintendente da autarquia, Marciano Zamarioli esclarece que o SAAE responde pela coleta e tratamento de esgoto doméstico, já a prefeitura é responsável pelas galerias pluviais que coletam a água da chuva.

Ações preventivas devem ser feitas com o intuito de garantir que vazamentos, retorno do esgoto e rompimentos na rede ocorram com menos incidência, já que ligações irregulares podem provocar um desses fatos indesejáveis em sua casa.

Para que isso não aconteça procure o SAAE para receber orientações de como proceder para separar o esgoto residencial, da rede coletora água de chuva.

 

Entenda

 

De acordo com o decreto 5.916/75, do Estado de São Paulo, os imóveis têm de ter duas saídas. A de esgoto que recolhe os resíduos do vaso sanitário, chuveiro, pias e tanques, por exemplo, e a chamada saída pluvial, que reúne a água da chuva que escoa por ralos e calhas.

Ligações irregulares podem provocar rompimentos da rede, vazamentos e retorno do esgoto na rua e dentro das casas, o chamado refluxo de água. O superintendente do SAAE, explica que “o encanamento deve ser separado para que o esgoto seja enviado para tratamento e a água de chuva (pluviais) seja encaminhada para córregos e rios”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *